Divulgação
Divulgação

Suposto líder separatista basco é preso na França

Ministério espanhol disse que Gogorza e Aramburu estavam recrutando novos membros para o ETA

REUTERS

28 Maio 2012 | 09h04

MADRI - O suposto líder militar do grupo separatista basco ETA foi preso no sudoeste da França no domingo junto com um provável cúmplice, informou o Ministério do Interior espanhol nesta segunda-feira, 28.

O ministério disse que Oroitz Gurruchaga Gogorza, e seu companheiro Xabier Aramburu, estavam recrutando novos membros para integrar o grupo armado militar que é responsabilizado pela morte de mais de 850 pessoas em ataques com armas e bombas nos últimos 50 anos.

O ETA, cujo objetivo é alcançar a independência do país basco na região que abrange o norte da Espanha e sul da França, declarou um cessar-fogo permanente no ano passado, mas o grupo ainda tem de entregar suas armas e se desmantelar por completo.

Gurruchaga e Aramburu estavam armados e viajavam em um carro roubado com placas falsas quando foram presos no domingo em Cauna, afirmaram autoridades espanholas.

Mais conteúdo sobre:
ESPANHA ETA LIDER PRESO*

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.