Suspeito de terrorismo em Glasgow morre em hospital

Atacante morre após ficar internado com 90% do corpo queimado durante um mês, segundo a polícia

Agência Estado e Associated Press,

02 de agosto de 2007 | 20h53

Um homem que se jogou no fogo após ter batido um jipe cheio de explosivos no Aeroporto de Glasgow morreu no hospital nesta quinta-feira, 2, informou a polícia de Strathclyde.   Kafeel Ahmed, um indiano de Bangalore com 27 anos, ficou hospitalizado por um mês com queimaduras em 90% do seu corpo, após o ataque ocorrido em 30 de junho, que se seguiu a uma tentativa fracassada de explodir dois carros-bomba em Londres.   O outro homem que estava no jipe, o iraquiano Bilal Abdullah, foi acusado de conspiração e está preso.   "Nós podemos confirmar que o homem seriamente ferido durante o incidente no Aeroporto de Glasgow, em 30 de junho, morreu na Enfermaria Real de Glasgow," disse um porta-voz da polícia de Strathclyde.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.