Tempestade castiga a França e navio cargueiro encalha

Ventos fortes e chuvas torrenciais castigaram a França nesta sexta-feira, interrompendo o fornecimento de energia a centenas de milhares de residências e fazendo com que um navio cargueiro encalhasse na costa da Bretanha, no noroeste do país, onde começou a vazar combustível.

REUTERS

16 de dezembro de 2011 | 12h02

Não havia relatos de feridos, mas dezenas de pessoas foram retiradas de áreas propensas a enchentes na costa atlântica, e 400.000 residências ficaram sem energia, disse o ministro do Interior francês, Claude Gueant.

Ventos de até 130 quilômetros por hora atingiram a costa ocidental da França nas primeiras horas de sexta-feira, fazendo com que um navio cargueiro que seguia para Malta, o TK Bremen, de 109 metros, encalhasse na Bretanha. A tripulação foi resgatada por helicóptero.

A televisão francesa mostrou imagens de combustível indo parar em uma praia da Bretanha, embora os danos devam ser limitados porque o vazamento vinha de um compartimento no fornecimento de combustível do navio, disse a polícia.

Autoridades marítimas planejavam enviar equipamentos para conter o vazamento de um quilômetro e esvaziar os tanques danificados do navio, que contêm mais de 200 toneladas de combustível.

Na manhã de sexta-feira o centro da tempestade estava sobre a região de Pas-de-Calais e seguia em direção leste para a Bélgica, segundo a última informação do serviços meteorológico nacional francês.

(Reportagem de Pierre-Henri Allain em Rennes, Patrick Vignal, Gerard Bon e Bertrand Boucey em Paris)

Tudo o que sabemos sobre:
FRANCATEMPESTADE*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.