Tempestades no Sul da França deixam 3 mortos

Chuvas pesadas e enchentes no sul da França durante o fim de semana forçaram a retirada de cerca de 600 pessoas e três pessoas morreram por causa do tempo ruim.

REUTERS

06 de novembro de 2011 | 11h25

Dezenas de regiões permaneciam em alerta no domingo. Rios transbordaram suas margens, inundando ruas e casas e deixando centenas sem moradia. Imagens de televisão mostravam carros boiando em estradas e moradores enxugando suas casas cobertas de água e lama.

Um casal aposentado, ambos de 71 anos, na cidade costeira de Bagnols en Foret, ao sul, morreu na noite de sábado ou na manhã deste domingo por conta de envenenamento por monóxido de carbono enquanto tentava tirar água de sua adega, informou a polícia.

No sábado, a polícia contou à Reuters que encontrou o corpo de um homem sem teto de 51 anos que foi arrastado pela água de seu acampamento na região de Herault, no sul.

Cerca de 600 pessoas foram retiradas ao longo da costa e nos Alpes no sudeste do país, disseram autoridades. Bombeiros ajudaram a resgatar cerca de 1,2 mil pessoas afetadas pelas tempestades, usando helicópteros para salvar cerca de 30 pessoas.

Um alerta laranja -- o segundo mais alto depois do vermelho -- continuava em vigor em 12 regiões do sul neste domingo, contra 16 no sábado.

As regiões afetadas estão em áreas baixas perto dos Pireneus no sudoeste, onde continuava chovendo neste domingo, e na região inundada dos Alpes.

Nos últimos dois dias, o nível do rio Var no sudeste subiu de 1,5 metro para 5 metros, disse a rádio Europe 1.

Em outros locais na Europa, ao menos sete pessoas morreram em Genova na sexta-feira, com enchentes torrenciais atingindo a cidade após dias de tempestades que mataram ao menos 10 pessoas nas regiões centrais e norte da Itália.

(Reportagem de Jean-Francois Rosnoblet e Alexandria Sage)

Tudo o que sabemos sobre:
FRANCATEMPESTADEMORTOS*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.