Trens continuam sem operar após acidente em Bruxelas

Serviço de alta velocidade liga Bélgica com países como Reino Unido, Holanda, Alemanha e França

Efe,

16 de fevereiro de 2010 | 08h48

  

Acidente em Buizingen, no sudoeste de Bruxelas, matou 18 pessoas e deixou 162 feridos

 

BRUXELAS - Os trens Eurostar que ligam Bruxelas a Londres permanecem suspensos nesta terça-feira, 16, em decorrência da colisão entre duas composições registrada nesta segunda-feira perto da capital belga, onde o serviço de alta velocidade Thalys para França, Holanda e Alemanha continua sem operar.

 

Veja também:

link Bélgica tem pior acidente ferroviário desde 1954

 

Segundo o site da Eurostar, a linha entre a Bélgica e o Reino Unido ficará paralisada nos dois sentidos o dia todo. Já os trens da mesma empresa que ligam Paris a Londres funcionam normalmente, enquanto os que saem de Lille, no norte da França, sairão com atrasos nesta terça-feira.

 

A Thalys, operadora de trens de alta velocidade, também comunicou interrupções no serviço entre Bruxelas, Paris, Amsterdã e Colônia (Alemanha).

 

Aos passageiros com passagens para viajar entre esta terça-feira e sexta, a companhia pediu que consultem seu site ou seu teleatendimento para receber informações atualizadas sobre a circulação dos trens.

 

O acidente registrado nesta segunda-feira, em Buizingen, no sudoeste de Bruxelas, matou 18 pessoas e deixou 162 feridos. Equipes continuavam trabalhando nesta terça-feira na remoção das ferragens do trem em movimento que colidiu com outro que estava parado.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.