Três franceses são sequestrado em área petrolífera da Nigéria

Três marinheiros franceses da empresa Bourbon, provedora de embarcações, foram sequestrados durante um ataque contra um navio em um campo petrolífero operado pela chinesa Addax, perto da costa nigeriana, informou a Bourbon nesta quarta-feira.

REUTERS

22 de setembro de 2010 | 12h52

No ataque, realizado na noite de terça-feira, foram usadas várias lanchas contra o barco Bourbon Alexandre e seus 16 tripulantes, disse um comunicado da empresa.

A Bourbon informou que está trabalhando em conjunto com autoridades nigerianas e francesas na investigação do ocorrido e acrescentou que nenhum grupo havia assumido a responsabilidade pelo ataque

O Ministério de Relações Exteriores da França confirmou o sequestro.

Sequestros são frequentes na região do delta do rio Níger, o centro da maior indústria petrolífera e de gás da África e alvo constante de ataques de gangues de criminosos.

Outros cinco cidadãos franceses foram levados na semana passada de suas casas no Níger, país, vizinho, em um sequestro reivindicado pelo braço da Al-Qaeda no norte da África

(Reportagem de Dominique Vidalon e Nick Vinocur)

Tudo o que sabemos sobre:
FRANCANIGERIASEQUESTROPETROLEO*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.