Tubarões atacam duas pessoas na costa da Rússia do Pacífico

Duas pessoas sobreviveram a ataques raros de tubarões enquanto nadavam nas águas da costa russa do oceano Pacífico, afirmaram o Ministério da Emergência e a mídia nesta quinta-feira.

REUTERS

18 de agosto de 2011 | 20h57

Os ataques aconteceram na mesma área em um intervalo de 24 horas. Alguns especialistas disseram que a aparição de tubarões nestas águas deve estar ligada à mudança climática.

Em um dos casos, uma jovem foi atacada enquanto nadava perto da ilha Zheltukhina, 6.500 quilômetros a leste de Moscou, a capital da Rússia.

"O segundo ataque de tubarão a humanos foi registrado...nas águas do Mar do Japão", disse o Ministério da Emergência local em comunicado publicado em sua página na Internet.

Separadamente, o jornal Kommersant disse que um homem de 25 anos teve os braços mordidos por um tubarão na quarta-feira enquanto nadava perto do vilarejo de Vityaz, 230 quilômetros ao sul da capital regional de Vladivostok.

O local do ataque ocorrido na ilha Zheltukhina fica a 60 quilômetros da área do incidente em Vityaz.

Ataques de tubarões são extremamente raros na Rússia, que não usa redes para manter os predadores longe de suas praias. Um especialista em vida silvestre disse à rádio Kommersant FM nesta quinta-feira que os tubarões podem ter migrado da região dos trópicos.

(Por Alexei Anishchuk)

Tudo o que sabemos sobre:
RUSSIATUBAROESATAQUE*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.