Túmulos muçulmanos são profanados na França

Presidente Nicolas Sarkozy classificou o ataque como um ato de ódio

Reuters

06 de abril de 2008 | 10h06

Pelo menos 148 túmulos foram profanados na ala muçulmana de um cemitério no norte da França. Em uma das lápides foi colocada a cabeça de um porco, informou a polícia.   O presidente francês, Nicolas Sarkozy, classificou o ataque como um ato de ódio e cerca de 100 policiais foram enviados ao cemitério de Notre-Dame de Lorette, nas cercanias da cidade de Arras, em busca de provas.   O fiscal Jean-Pierre Valensi informou que os ataques foram feitos de madrugada e que os túmulos foram pichados com insultos. "As pichações se referiam diretamente ao Islã e também ao ministro da Justiça", disse Valensi, referindo-se a Rachida Dati, cujos pais nasceram no norte da África.   A profanação dos túmulos aconteceu exatamente um ano depois que grupos de jovens pintaram slogans nazistas nas tumbas muçulmanas do cemitério de Ablain Saint-Nazaire.   " Este é um ato de racismo e o presidente compartilha a dor da comunidade muçulmana da França",disse em comunicado Nicolas Sarkozy.

Tudo o que sabemos sobre:
Françamuçulmanostúmulos

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.