Turquia ataca alvos na Síria após morte de civis por morteiro

As forças armadas da Turquia atacaram alvos na Síria nesta quarta-feira, em resposta a um morteiro disparado do território sírio que matou cinco civis turcos, informou o gabinete do primeiro-ministro Tayyip Erdogan.

Reuters

03 de outubro de 2012 | 17h15

"Nossas forças armadas na região de fronteira responderam imediatamente a este abominável ataque ... alvos foram atingidos através de fogo de artilharia em locais na Síria identificados por radar", disse o comunicado do governo turco.

"A Turquia nunca deixará sem resposta tais tipos de provocação feitos pelo regime sírio contra nossa segurança nacional."

O chanceler turco, Ahmet Davutoglu, concordou com o secretário-geral da Otan, Anders Fogh Rasmussen, sobre a necessidade de uma reunião de emergência com os integrantes da entidade, segundo a nota.

Davutoglu conversou por telefone com o secretário-geral da Organização das Nações Unidas, Ban Ki-moon, e ministros de Relações Exteriores de vários países do Conselho de Segurança da ONU sobre o incidente.

Ban fez um apelo para que o governo sírio respeite a integridade territorial de seus vizinhos a advertiu que o conflito de 18 meses na Síria está prejudicando cada vez mais outros países na região, disse sua assessoria.

O morteiro disparado da Síria caiu em um bairro residencial na cidade de Akcakale, no sudeste da Turquia, e matou uma mulher e quatro crianças de uma mesma família.

(Reportagem de Mert Ozkan)

Tudo o que sabemos sobre:
TURQUIARESPONDESIRIA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.