Turquia coloca missões na Europa em alerta após mortes em Paris

A Turquia colocou suas missões diplomáticas na Europa em alerta e pediu que as autoridades franceses reforcem a segurança ao redor das representações turcas, após a morte em Paris de três ativistas curdos, informou uma autoridade turca nesta sexta-feira.

Reuters

11 de janeiro de 2013 | 09h41

"Pedimos às autoridades francesas para aumentarem o nível da segurança ao redor dos nossos interesses e representações na França, para prevenir qualquer tipo de incidente", disse a autoridade.

"Também alertamos nossas missões, principalmente na Europa e claro na França, para ficarem alertas."

Sakine Cansiz, fundador do Partido dos Trabalhadores do Curdistão (PKK), e dois outros ativistas foram encontrados mortos com tiros na cabeça na quinta-feira, em um ataque que manchou os esforços iniciais de paz entre o governo turco e a guerrilha.

O partido turco Paz e Democracia, pró-Curdistão, condenou as mortes na quinta-feira e pediu aos curdos "onde quer que estejam" que protestassem. Há uma grande quantidade de curdos espalhados pela Europa.

(Reportagem de Nick Tattersall)

Tudo o que sabemos sobre:
TURQUIAALERTAEUROPA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.