Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Turquia diz que informações dos EUA levaram a ação no Iraque

Dados de inteligência dos EstadosUnidos compartilhados com a Turquia levaram às incursõesmilitares turcas do fim de semana contra militantes curdos nonorte do Iraque, disse na quarta-feira o embaixador de Ancaranos EUA. "Não há dúvida de que esta operação foi possível devido, éclaro, à informação compartilhada pelos Estados Unidos daAmérica", disse o embaixador Nabi Sensoy a jornalistas. Ele não quis dizer se os EUA apontaram diretamente os alvospara os aviões turcos, mas afirmou que os dados fornecidosforam importantíssimos. O Pentágono admitiu que Washington deu à Turquiainformações para localizar combatentes curdos escondidos noIraque, mas não disse se foram indicados os alvos com precisão. De acordo com o embaixador, a ofensiva de domingo envolveucerca de 50 caças em duas ondas de ataques que, segundo eles,causaram sérios danos à infra-estrutura usada pela guerrilhacurda PKK no norte do Iraque. "Esta deve ser uma forte mensagem aos terroristas do PKK deque os militares curdos são capazes de localizá-los onde querque estejam, sob quaisquer condições climáticas, a qualquerépoca do ano", disse Sensoy. Os EUA estimulam Turquia e Iraque a cooperarem naerradicação do PKK por meio de um mecanismo trinacional. Sensoy disse que essa cooperação tríplice ainda nãoproduziu resultados tangíveis, pois o governo iraquiano nãoajudou. "Nossas expectativas não foram plenamente satisfeitas.Espero que esse arranjo seja mais útil para ambas as partes nofuturo, e isso depende da determinação do lado iraquiano." (Reportagem de Sue Pleming)

SUE PLEMING, REUTERS

19 de dezembro de 2007 | 17h02

Tudo o que sabemos sobre:
TURQUIAIRAQUEEUA

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.