Turquia inicia distribuição de ajuda na fronteira com a Síria

A Turquia começou a distribuir alimentos e ajuda humanitária para sírios na fronteira entre os dois países em um momento em que o agravamento do conflito na Síria faz com que a distribuição de auxílio no país seja cada vez mais difícil, afirmou uma agência turca que atua em desastres e emergências neste sábado.

Reuters

18 de agosto de 2012 | 12h50

A medida coincide com um aumento acentuado no número de sírios que fogem dos combates no levante contra o presidente sírio Bashar al-Assad, que já dura 17 meses. O total de refugiados sírios na Turquia já soma quase 70 mil e desafia a capacidade turca em lidar com a situação.

A situação humanitária na Síria tem se deteriorado com a escalada dos conflitos, e já está havendo o corte do fornecimento de alimentos, cuidados médicos e outras assistências para civis, afirmam agências de ajuda humanitária.

Mais de 170 mil sírios já foram registrados em países vizinhos --Iraque, Jordânia, Líbano e Turquia-- de acordo com a agência de refugiados da ONU.

Cerca de 1,2 milhão de pessoas estão desabrigadas na Síria. Muitas delas têm que se alojar em escolas ou outros prédios públicos, segundo informações do coordenador regional de alívio humanitário da ONU.

Um surto de diarréia começou a assolar a zona rural de Damasco, devido a uma contaminação da fonte de abastecimento de água pelo esgoto, afirmou a Organização Mundial da Saúde (OMS).

Montar novos campos e atender às necessidades dos refugiados deve custar cerca de 300 milhões de liras turcas (167 milhões de dólares), disse a agência turca de administração de desastres e emergências AFAD.

Tudo o que sabemos sobre:
TURQUIASIRIAAJUDAHUMANITARIA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.