Turquia nega ter fechado espaço aéreo para norte iraquiano

O primeiro-ministro turco, TayyipErdogan, negou nesta quinta-feira que a Turquia tenha fechadoseu espaço aéreo para vôos com destino e vindos do norte doIraque. Mais cedo, uma rede de TV, a NTV, afirmou que o país haviafechado seu espaço aéreo para vôos de ida e volta ao norteiraquiano, como parte de um pacote de sanções econômicas queteriam por alvo grupos que apóiam militantes curdos operando naregião. Segundo Erdogan, sanções contra tais grupos ainda não foramimplementadas. A TV não identificou a fonte de sua informação. A Turquia está furiosa com a administração autônoma curdado norte do Iraque por não combater guerrilheiros do Partidodos Trabalhadores do Curdistão (PKK), que lutam contra tropasturcas perto da fronteira entre os dois países. Na quarta-feira, o gabinete da Turquia aprovou sançõesnão-específicas contra os grupos que dão apoio ao PKK. O alvoda iniciativa seria o líder da administração curda, MasoudBarzani. "Não posso discutir as medidas que estamos considerando. Asmedidas são contra o PKK e aqueles que diretamente apoiam-no",afirmou o vice-primeiro-ministro e porta-voz do governo turco,Cemil Cicek, na noite de quarta-feira.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.