Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Turquia reafirma direito de atuar militarmente no Iraque

O presidente turco, Abdullah Gul,reafirmou no domingo a intenção e o direito de intervençãoturca no norte do Iraque, depois que o Exército turco disse terrealizado uma operação contra rebeldes curdos na região. Autoridades curdas no Iraque insistiram no domingo que nãohouve incursão turca, descrevendo as alegações de Ancara comosem fundamento. A Turquia havia informado que os rebeldesturcos haviam tido baixas significativas. "O Exército tem um mandato. Este mandato está sendo postoem prática quando se torna necessário," disse Gul ajornalistas, antes de voar para o Paquistão em visita oficial. A Turquia disse que realizou uma "intervenção intensa"contra os militantes do Partido dos Trabalhadores do Curdistão(PKK) no norte do Iraque no sábado, enviando forças especiaisdepois que o Gabinete da Presidência autorizou operaçõesalém-fronteira. O Exército disse que dois rebeldes do PKK foram mortos emcombates no sudeste da Turquia no sábado. Dois outros rebeldesforam mortos em combates com tropas na província de Siirt nodomingo. O vice-primeiro-ministro turco, Cemil Cicek, deixou claroque as operações no norte do Iraque continuarão, caso oExército considere necessário. "O chefe do Estado-Maior da Forças Armadas decide edecidirá sobre a necessidade e ocasião (das operações). Se ameta for atingida com uma única operação, então será realizadauma operação. Se dez operações forem necessárias, então dezoperações serão realizadas," disse ele em entrevista ao Kanal24. Um oficial militar turco disse que cerca de cem soldadosdas forças especiais haviam cruzado a fronteira para o Iraqueno sábado e que a artilharia de longo alcance e seishelicópteros haviam atacado um acampamento do PKK, depois delocalizarem um grupo de 50 a 60 rebeldes a 20 quilômetros dafronteira.

SELCUK GOKOLUK, REUTERS

02 de dezembro de 2007 | 17h54

Tudo o que sabemos sobre:
TURQUIACURDOS

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.