Turquia vai sediar treino de 2 mil rebeldes sírios moderados, diz autoridade

Forças turcas e norte-americanas irão treinar 2 mil rebeldes sírios moderados em uma base na cidade de Kirsehir, no centro da Turquia, como parte de uma campanha contra insurgentes do Estado Islâmico, disse uma autoridade do Ministério das Relações Exteriores turco nesta segunda-feira.

REUTERS

24 de novembro de 2014 | 17h28

A Turquia havia concordado em princípio a treinar e equipar forças rebeldes sírias como forma de participar da campanha militar liderada pelos Estados Unidos contra o Estado Islâmico, mas os detalhes sobre o número de combatentes e a localidade do treinamento ainda estavam para ser anunciados.

O anúncio acontece depois de um encontro do vice-presidente dos EUA, Joe Biden, com o presidente turco, Recep Tayyip Erdogan, em Istambul no fim de semana para discutir o papel turco na coalizão militar contra os insurgentes radicais.

O funcionário turco disse que os 2 mil combatentes sírios estarão entre o total de 5 mil sendo treinados em vários países, parte da iniciativa liderada pelos norte-americanos.

(Reportagem de Tulay Karadeniz)

Mais conteúdo sobre:
TURQUIASIRIOSTREINO*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.