Ucrânia envia resgate para navio que separatistas dizem ter atacado

A Ucrânia informou que um de seus navios de guerra foi atacado por artilharia vinda da costa neste domingo, o que os rebeldes pró-Rússia alegaram ser sua primeira vitória no mar em sua guerra separatista.

REUTERS

31 de agosto de 2014 | 15h03

"Um barco de patrulha de fronteira ucraniano no Mar Azov foi atacado a partir da costa hoje. Artilharia foi usada. Uma operação de resgate está em andamento", disse o porta-voz militar ucraniano Andriy Lysenko à Reuters.

Um oficial militar ucraniano, que pediu para não ser identificado, disse: "Parece que um navio foi danificado, eu não sei exatamente quem disparou contra ele e com o quê."

Não havia mais detalhes disponíveis sobre o navio e o número de tripulantes a bordo.

"A milícia impôs ao inimigo sua primeira derrota naval", disse em uma rede social Igor Strelkov, um comandante militar separatista que deixou o cargo em meados de agosto.

As fotografias e vídeos postados na página do Strelkov mostravam imagens do mar, feitas da costa, com uma densa fumaça negra visível no horizonte. Não foi possível confirmar a autenticidade das imagens.

Os separatistas, que querem romper com a Ucrânia e se juntar à Rússia, têm lutado contra as forças do governo ucraniano desde abril, em um conflito que já matou cerca de 2.600 pessoas.

(Por Pavel Polityuk e Aleksandar Vasovic)

Tudo o que sabemos sobre:
UCRANIANAVIOATAQUE*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.