Ucrânia espera US$12 bi restantes de acordo com Rússia no começo de 2014

A Ucrânia espera que os 15 bilhões de dólares de um pacote de apoio da Rússia sejam completamente desembolsados no início de 2014, disse primeiro-ministro ucraniano Mykola Azarov nesta quarta-feira, depois que Kiev recebeu a primeira parcela de 3 bilhões de dólares.

Reuters

25 de dezembro de 2013 | 13h20

A Rússia concordou em socorrer Ucrânia através da compra de seus títulos soberanos depois que Kiev realizou mudança radical na política externa e se recusou a assinar acordos de associação política e de livre comércio com a União Europeia no final de novembro.

A Rússia disse à Ucrânia na terça-feira que havia transferido a primeira parcela do pacote de resgate de 3 bilhões de dólares, parte de seu plano para manter Kiev firmemente dentro da órbita de Moscou.

"Esperamos que os 12 bilhões dólares restantes para o início do próximo ano", disse Azarov em uma reunião do governo na quarta-feira.

O acordo com a Rússia provocou protestos em grande escala na Ucrânia. Centenas de milhares de pessoas vêm se reunindo todo fim de semana na principal praça de Kiev para exigir a renúncia do governo.

O presidente Viktor Yanukovich, no entanto, tem ignorado os protestos e manteve a aproximação da Rússia, garantindo, além do dinheiro de apoio, um desconto considerável no preço do gás natural importado da Rússia.

(Reportagem de Olzhas Auyezov)

Tudo o que sabemos sobre:
UCRANIAACORDORUSSIA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.