União Europeia concorda com proposta de diálogo de Putin sobre gás

A União Europeia pretende manter conversas com Rússia e Ucrânia sobre a segurança no fornecimento de gás, disse o bloco em resposta a uma carta do presidente russo, Vladimir Putin, que alertou sobre cortes.

Reuters

17 de abril de 2014 | 07h43

"Nós acreditamos que esta abordagem permite um processo mais útil com a Federação Russa e outras partes", disse o presidente da Comissão Europeia, José Manuel Barroso, em resposta a Putin divulgada pela Comissão Europeia na quinta-feira.

Putin alertou líderes europeus há uma semana que a Rússia poderia cortar os fornecimentos de gás à Ucrânia se o país não pagasse as contas e disse ainda que isso poderia gerar uma redução nas entregas à Europa.

(Reportagem de Barbara Lewis)

Tudo o que sabemos sobre:
UERUSSIACONVERSAGAS*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.