Vaticano terá seu próprio canal no YouTube

Detalhes do acordo serão divulgados em coletiva com diretor do Google

Reuters

17 de janeiro de 2009 | 10h57

O Vaticano terá seu próprio canal no site de compartilhamento de vídeos YouTube, onde os fiéis católicos ou curiosos poderão ver o papa Bento XVI ou eventos da igreja.  Os detalhes do acordo serão apresentados na próxima sexta, em coletiva de imprensa com oficiais do Vaticano, bem como Henrique de Castro, um dos diretores do Google, empresa dona do YouTube. A iniciativa vai envolver o Google, o Centro de Televisão do Vaticano e a Rádio Vaticano. O Vaticano criou seu site na internet, o www.vatican.va, em 1995.

Tudo o que sabemos sobre:
VaticanoBento XVIYouTube

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.