Veneza ganha primeira gondoleira

Ofício ficou por 900 anos exclusivamente nas mãos dos homens

Efe

14 de agosto de 2010 | 10h54

 

Giorgia. "Pretendo aproveitar esta profissão até o final"

Em comunicado, a Prefeitura de Veneza informa que Giorgia superou outros 21 candidatos, todos homens, para ficar com a vaga. "Pretendo aproveitar esta profissão até o final, sem que me falte nada", disse a primeira gondoleira de Veneza em declarações publicadas neste sábado, 14, pelo jornal "La Stampa", de Turim.

 

Apesar de já ter sido aprovada, Giorgia só poderá assumir o comando de uma gôndola depois de conseguir uma licença para poder trafegar pelos canais de Veneza. A cidade tem atualmente 425 gondoleiros fixos e 180 substitutos.

 

Giorgia, por enquanto, se enquadra nesta última categoria, e precisa esperar que um dos fixos deixe seu posto livre para conseguir a licença.

 

O "La Stampa" lembra que, há alguns anos, a alemã Alexandra Hai tentou virar gondoleira, mas não conseguiu. Agora, segundo o jornal, já há cinco mulheres inscritas para a próxima seleção.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.