Vice-premiê alemão sai e abre caminho para reforma ministerial

Muentefering, aliado do ex-premiê Gerhard Schroeder, deixa o cargo por problemas de saúde da esposa

REUTERS

13 de novembro de 2007 | 09h10

O vice-chanceler (vice-primeiro-ministro) e ministro do Trabalho da Alemanha, Franz Muentefering, deixará o governo por motivos pessoais, afirmou nesta terça-feira, 13, um porta-voz do Ministério do Trabalho.   A saída do vice-chanceler abre o caminho para uma pequena reforma no gabinete da chanceler (primeira-ministra) Angela Merkel. Muentefering, 67, era um aliado próximo do ex-chanceler alemão Gerhard Schroeder. "Franz Muentefering vai renunciar aos cargos de ministro do Trabalho e vice-chanceler unicamente devido a razões familiares", informou Stefab Giffeler. A mulher de Muentefering, Ankepetra, está gravemente doente com câncer, de acordo com a imprensa alemã. Na semana passada, o ministro chegou a perder uma importante reunião por causa do estado de saúde dela.

Tudo o que sabemos sobre:
AlemanhaMuentefering

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.