Jacques Brinon/AP
Jacques Brinon/AP

Villepin anuncia novo partido na França

Ex-premiê cria novo movimento para fazer frente a Sarkozy nas eleições presidenciais de 2012

Reuters

25 de março de 2010 | 11h35

PARIS - O ex-primeiro-ministro da França Dominique de Villepin anunciou nesta quinta-feira, 25, a criação de um novo partido de centro-direita para rivalizar com o atual presidente, Nicolas Sarkozy, nas eleições presidenciais de 2012.

 

"Eu decidi criar um novo movimento político que será livre e independente", disse Villepin, acrescentando que o partido será lançado no dia 19 de junho. "O nosso mote será de uma república de solidariedade", disse o ex-premiê, indicando que a nova formação terá uma preocupação social.

 

O anúncio de Villepin é um indício de que as eleições de 2012 já começaram e que Sarkozy, antes visto como provável vencedor, deve enfrentar grandes problemas para se reeleger. O ex-premiê é um dos maiores desafetos de Sarkozy e se torna mais um motivo de preocupação depois da dura derrota que o partido do presidente sofreu nas eleições regionais da França.

 

Villepin foi primeiro-ministro durante o mandato de Jacques Chirac na presidência e teve uma relação tensa com Sarkozy, então ministro do Interior. O impasse ficou claro com as acusações sobre o chamado caso Clearstream, no qual Sarkozy acusava o ex-premiê de tentar difamá-lo quando ambos estavam em campanha presidencial.

 

O ex-premiê foi inocentado em um julgamento em Janeiro, mas o caso ainda não foi encerrado, já que o promotor de Paris lançou um apelo contra a sentença da Corte.

Tudo o que sabemos sobre:
FrançaSarkozyVillepin

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.