Zapatero inicia segundo mandato na Espanha

Ainda neste fim de semana devem ser divulgados os nomes que comporão o novo gabinete

EFE

12 de abril de 2008 | 06h34

O socialista José Luis Rodríguez Zapatero prestou juramento neste sábado ao rei Juan Carlos, iniciando seu segundo mandato como presidente do Governo espanhol, em uma breve cerimônia realizada no Palácio da Zarzuela, em Madri. Zapatero, cujo partido venceu no dia 9 de março as eleições gerais, foi investido na sexta-feira por maioria simples do plenário do Congresso dos Deputados, com o único apoio dos parlamentares de sua legenda, o Partido Socialista (PSOE). Com a mão direita sobre a Constituição, e junto à Bíblia e a um crucifixo, Zapatero expressou sua fidelidade ao cargo. Assistiram à cerimônia a rainha Sofía e os presidentes da Câmara Baixa do Congresso dos Deputados, José Bono, e do Senado, Javier Rojo, entre outras autoridades. "Prometo cumprir fielmente as obrigações do cargo de presidente do Governo, com lealdade ao Rei, e respeitar e fazer respeitar a Constituição como norma fundamental do Estado, assim como manter o segredo das deliberações do Conselho de Ministros", leu Zapatero. O rei e o presidente do Governo se reuniram posteriormente no escritório do monarca, onde Zapatero tinha previsto comunicar-lhe oficialmente a composição de seu novo gabinete. O presidente do Governo deve divulgar depois à imprensa os nomes dos membros de seu Governo, que provavelmente assumirão seus cargos no começo da próxima semana.

Tudo o que sabemos sobre:
ZapateroJuan CarlosEspanha

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.