1 entre 7 detentos soltos volta ao terror, diz estudo

Um relatório do Pentágono, que ainda não foi divulgado, revela que 1 entre 7 detentos soltos, dos 534 prisioneiros transferidos da prisão de Guantánamo para o exterior, voltou ao terrorismo ou às atividades rebeldes, disseram funcionários do governo. A conclusão pode fortalecer os argumentos dos críticos, que advertiram contra a libertação de mais presos como parte do plano de fechar Guantánamo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.