101 anos da rainha-mãe da Inglaterra atraem fãs

Fãs da rainha-mãe da Grã-Bretanha, Elizabeth, estão acampados desde quinta-feira à noite na calçada da residência dela em Londres à espera das celebrações do 101º aniversário dela, que serão realizadas neste sábado.Apesar de ter se submetido a uma transfusão de sangue por causa de uma anemia, a mãe da rainha Elizabeth II aparentemente está determinada a realizar uma aparição anual do lado de fora da Clarence House para acenar e cumprimentar seus súditos."Eu vi a rainha-mãe pessoalmente quando eu tinha 5 anos, durante a (Segunda) Guerra", disse Terry Hutt, de 67 anos, que estava se protegendo da chuva com um guarda-chuva estampado com a bandeira da Grã-Bretanha. "E quando, já adulto, eu a vi pela primeira vez aqui, me apaixonei por ela, se você pode chamar assim. Ela é doce, gentil e sai de seu caminho para conversar com qualquer pessoa".A rainha-mãe foi internada na quarta-feira por causa de uma anemia. Ela recebeu uma transfusão de sangue no King Edward VII Hospital, no centro de Londres, e retornou ontem para casa."Todos a amam porque ela é um ótimo exemplo", afirmou Barbara Kewell, de 81 anos, que acampou na calçada à espera da rainha-mãe depois de ter viajado de Chichester, a 110 quilômetros a sudeste de Londres.O carinho do povo britânico com a rainha-mãe nasceu principalmente durante a Segunda Guerra Mundial, quando a viúva do rei George VI ficou conhecida por sua conduta moral e empenho para levar conforto às vítimas em todas as partes do país.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.