11/09 foi uma punição de Deus para EUA, diz Iraque

Os ataques de 11 de setembro foram lembrados como uma "Punição de Deus" sobre os EUA pelos iraquianos temerosos e enraivecidos pela possibilidade de as forças norte-americanas tentarem remover Saddam Hussein do poder. A publicação semanal Al-Iktisadi, controlada pelo governo, cobriu a sua primeira página com uma foto do World Trade Center em chamas e uma manchete com duas linhas em vermelho: "Punição de Deus". O diário Al-Jumhuriya, em um editorial publicado na primeira página, considerou que a lição que os EUA deveriam ter tirado do 11 de setembro é que suas diretrizes políticas inspiram ódio. Vários árabes relacionam o 11 de setembro à percepção na região de que Washington favorece de maneira injusta Israel no conflito entre árabes e israelenses e que sua política contra o Iraque tem atingido a população civil iraquiana. "A América usou os fatos de 11 de setembro para aumentar a sua política hostil contra as nações sob o pretexto de combater o terrorismo", avaliou o Al-Jumhuriya.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.