18 morrem por intoxicação com álcool adulterado na Rússia

Pelo menos 18 pessoas morreram por causa de uma intoxicação provocada pelo consumo de álcool adulterado, informou neste sábado a agência oficial russa ITAR-TASS. O maior número de vítimas foi na cidade de Stari Oskol, onde morreram 17 e outras 395 foram hospitalizadas com o diagnóstico de hepatite tóxica. No povoado vizinho de Gubkin foram hospitalizadas 37 pessoas com os mesmos sintomas. O total de pessoas na região intoxicadas com vodca produzida clandestinamente chegou a 565. Pelo menos 125 já tiveram alta.As autoridades fazem buscas em fábricas clandestinas que produzem vodca com álcool destinado exclusivamente para fins técnicos. Já foram multadas 14 fábricas clandestinas.Segundo os médicos, 80% dos intoxicados são desempregados.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.