19 mineiros são salvos após deslizamento na Polônia

Dezenove mineiros que estavam presos a uma profundidade de quase um quilômetro, após um desmoronamento numa mina de cobre no sul da Polônia, foram resgatados nesta quarta-feira após trabalhos de buscas que duraram sete horas.

Agência Estado

20 de março de 2013 | 10h17

Os homens ficaram presos na mina de cobre Rudna, em Polkowice, depois de um terremoto de magnitude 4,7 ter atingido a área.

"Foi uma ação de resgate muito difícil", disse o chefe da equipe de resgate, Grzegorz Wolak, à emissora de televisão TVN24. "Não sabíamos se eles estavam vivos."

Um grupo de 25 pessoas trabalhou durante a noite para abrir caminho até os mineiros, que felizmente estavam todos juntos numa área bem ventilada quando houve o deslizamento, segundo informações divulgadas por meios de comunicação poloneses.

Um dos integrantes da equipe de resgate, Tomasz Szafirowicz, disse que os mineiros "estavam muito cansados, mas muito felizes em nos ver". "Eles sabiam que iriam voltar para suas famílias", afirmou.

Um dos homens sofreu ferimentos leves na cabeça, mas todos os outros estavam em boas condições de saúde e voltaram para casa. As informações são da Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
Polôniamineirosresgate

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.