2 militantes islâmicos mortos estavam em lista de suspeitos

Dois militantes mortos em um tiroteio com policiais sauditas no final do mês passado figuravam na lista de 19 supostos extremistas procurados pela polícia pelos atentados de 12 de maio contra Riad e vinculados a um arsenal recém-descoberto, informou um jornal local nesta segunda-feira . De acordo com o diário Al-Watan, fontes "bem informadas" identificaram os homens como Ahmed bin Nasser al-Dekhiel e Hamad bin Abdullah al-Aslami. Os homens foram mortos em um tiroteio ocorrido numa fazenda em 28 de julho na região de Al-Qassim, 350 quilômetros a noroeste de Riad, a capital saudita. Outros quatro suspeitos e dois policiais morreram na troca de tiros.Al-Dekhiel e Al-Aslami estavam na lista de 19 suspeitos procurados pela polícia devido à descoberta de um arsenal em Riad em 6 de maio.Dos 19, havia 17 sauditas, um iemenita e um iraquiano com cidadania kuwaitiana e canadense.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.