2 mortos em explosões no Bahrein

Pelo menos duas pessoas morreram em explosões ocorridas nesta segunda-feira em Manama, a capital do Bahrein, informaram autoridades locais.

Agência Estado

05 de novembro de 2012 | 08h34

As explosões, aparentemente coordenadas, ocorrem em um momento no qual ocorre uma nova escalada da violência no Bahrein quase dois anos depois do início de um levante contra a monarquia sunita que domina o país.

Segundo o Ministério de Interior do Bahrein, dois homens de origem asiática morreram na explosão, entre eles um lixeiro. Uma pessoa ficou ferida.

Pelo menos cinco artefatos explosivos foram detonados. As autoridades bareinitas qualificaram a onda de explosões como "um ato de terrorismo", apesar de nenhum grupo ou indivíduo ter reivindicado a autoria da ação.

Desde fevereiro do ano passado, integrantes da comunidade xiita protestam sistematicamente para reivindicar mais direitos e liberdades civis.

Os xiitas representam a maioria da população do Bahrein, mas o país é controlado por uma minoria sunita. A repressão aos protestos ordenada pelo governo resultou na morte de pelo menos 55 pessoas.

A pequena nação insular situada no Golfo Pérsico tem grande importância geopolítica. O Bahrein sedia a Quinta Frota da Marinha dos Estados Unidos. As informações são da Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
Bahreinviolência

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.