20 milhões desabrigados por chuvas

Inundações, deslizamentos de terra e desabamentos deixam mais de 1.100 mortos na Índia, Bangladesh e Nepal

Afp, Reuters e Ap, O Estadao de S.Paulo

07 de agosto de 2004 | 00h00

As inundações provocadas pelas fortes chuvas que costumam cair nesta época do ano em muitos países asiáticos deixaram pelo menos 1.100 mortos e mais de 20 milhões desabrigados na região desde junho, principalmente na Índia, Bangladesh e Nepal, informaram ontem fontes oficiais.Somente na Índia morreram 1.028 pessoas, principalmente nos Estados de Uttar Pradesh, Bihar, Bengala Ocidental e Assam, segundo um balanço da imprensa indiana."Calcula-se que aproximadamente 20 milhões de pessoas foram afetadas nos três países", afirmou o Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef) em um comunicado. A agência da ONU disse que estas são as piores inundações de que se tem lembrança em algumas áreas.Pelo menos 216 pessoas morreram nos últimos dez dias. As enxurradas arrastaram casas, plantações e animais, deixando indianos, bengalis e nepaleses famintos, amedrontados e sem atendimento médico, pois muitas áreas foram isoladas pelas águas. Algumas pessoas foram picadas por cobras trazidas pelas inundações, outras foram atingidas por destroços de suas casas. Organizações humanitárias alertam para o risco de epidemias de malária e diarréia.Segundo as autoridades, a distribuição de comida, água potável e remédios é prioritária, mas apenas uma fração dos desabrigados recebeu ajuda, enquanto agências humanitárias e equipes do governo tentavam chegar às áreas isoladas. "Já não há nada para comer. As pessoas lutam entre si como cães pela comida", disse o agricultor Ashish Thakur, da área de Darbhanga, no leste da Índia.No Estado de Uttar Pradesh, as autoridades disseram que a situação foi controlada após o envio de 1.650 militares para prestar ajuda a quase 1,5 milhão de pessoas afetadas pelas inundações. No vizinho Estado de Bihar, a situação foi qualificada como crítica, com mais de 7 milhões de pessoas desabrigadas pelo transbordamento de rios.Em Bangladesh, cerca de 6 milhões de pessoas ficaram desabrigadas ou isoladas em seus vilarejos e houve pelo menos 64 mortes nos últimos dias. No Nepal, onde milhares de pessoas foram afetadas pelas inundações, o número de mortos subiu ontem para 87.As chuvas da estação de monção no Sudeste Asiático geralmente ocorrem de junho a setembro. Nesse período no ano passado, mais de mil pessoas morreram em inundações e deslizamentos de terra na região.O termo monção tecnicamente descreve mudanças sazonais na direção dos ventos, causadas pelas diferenças de temperatura entre a terra e o mar, mas é geralmente usado para referir-se a chuvas torrenciais com fortes ventos. A grande massa de terra no Sudeste Asiático (Bangladesh, Índia, Nepal, Paquistão e Sri Lanka) e a grande quantidade de água (o Mar Arábico e o Oceano Índico) tornam o período de monção asiático - logo após o verão - particularmente forte.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.