20 morrem em protestos por queima do Alcorão

Ao menos 20 pessoas morreram no Afeganistão nos quatro dias de protesto contra soldados da Otan que queimaram exemplares do Alcorão, o livro sagrado do Islã. Após as preces de sexta-feira, afegãos reuniram-se em frente a bases militares e missões diplomáticas dos EUA. Na quinta-feira, o Taleban pedira que os afegãos atacasse as "forças invasoras" em vingança contra o "insulto ao Alcorão".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.