200 presos em enterro tumultuado no Paquistão

A polícia deteve cerca de duzentas pessoas nesta sexta-feira em Karachi, maior cidade do Paquistão, depois de conflitos que se seguiram ao assassinato de seis muçulmanos xiitas por desconhecidos em uma mesquita. Os conflitos começaram durante o funeral coletivo dos seis. Apesar de um aumento na segurança, os presentes à procissão fúnebre começaram a jogar pedras contra policiais e lojas. Mais tarde, a multidão tentou incendiar um posto de gasolina. Segundo testemunhas, tal tentativa levou a polícia a responder com bombas de gás lacrimogêneo e a reprimir as pessoas com cassetetes. O incidente não tem ligação aparente com a atual crise do Afeganistão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.