Bobby Yip/Reuters
Bobby Yip/Reuters

209 manifestantes são presos em desocupação no centro de Hong Kong

Estudantes se concentravam nas ruas há mais de dois meses; alicates e motosserras foram usados para desmantelar barracas

Estadão Conteúdo

11 de dezembro de 2014 | 15h22

A polícia de Hong Kong deteve nesta quinta-feira 209 manifestantes que se recusaram a sair de um acampamento de protesto nas proximidades do bairro financeiro da cidade, num esforço final para retomar as vias ocupadas pelos ativistas há dois meses e meio.

Centenas de policiais usaram alicates e motosserras para desmantelar as barricadas e remover faixas de protesto do acampamento, uma operação que levou o dia inteiro. Apesar das prisões, a ação foi pacífica e não houve confronto, como em desocupações anteriores.

Nesta quinta-feira, a polícia também prendeu outros quatro ativistas pertencentes a grupos políticos radicais em suas casas. Eles são acusados de incitar a participação em assembleias não autorizadas.

Mais conteúdo sobre:
HONG KONGPROTESTOSATUALIZA 1

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.