Reuters/ Stringer
Reuters/ Stringer

22 pessoas morrem em explosão perto de usina química na China

Outras 22 vítimas ficaram feridas na cidade de Zhangjiakou, que será uma das três sedes dos Jogos Olímpicos de Inverno de 2022

O Estado de S.Paulo

28 de novembro de 2018 | 02h58

PEQUIM - Pelo menos 22 pessoas morreram e outras 22 ficaram feridas nesta quarta-feira, 28, por conta de uma explosão ocorrida perto de uma usina química na cidade chinesa de Zhangjiakou, na província de Hebei, a 150 quilômetros de Pequim. Também foram atingidos 38 caminhões e outros 12 veículos que passavam pela região.

A explosão aconteceu em um caminhão de transporte de produtos tóxicos que entraria na usina, operada pela Hebei Shenghua Chemical Industry.  

O vice-ministro de Gestão de Emergências da China, Fu Jianhua, se deslocou ao local. Ao lado de Pequim e Yanqing, Zhangjiakou será uma das sedes dos Jogos Olímpicos de Inverno de 2022. As competições de esqui e biatlo devem acontecer na cidade.

Por meio de sua conta oficial no Weibo, o Twitter chinês, o governo de Zhangjiakou informou que a explosão aconteceu às 00h41 desta quarta-feira (14h41 de terça-feira em Brasília) e que os feridos já foram transferidos para hospitais.

A segurança industrial é uma preocupação na China.  Uma grande explosão em 2015, atribuída a substâncias químicas armazenadas indevidamente, deixou 173 pessoas mortas em Tianjin. \ EFE e AP.

Tudo o que sabemos sobre:
China [Ásia]acidente ambiental

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.