23 militares colombianos mortos em queda de helicóptero

Os 23 militares que iam a bordo de um helicóptero que participava de combates contra a guerrilha morreram hoje, na queda do aparelho em uma região do departamento (Estado) de César, informou o Comando do Exército colombiano. A aeronave caiu em uma parte montanhosa do município de Pailitas, cerca de 470 km ao norte de Bogotá, onde há presença de guerrilheiros e paramilitares.Informes fornecidos por fontes oficiais indicam que ainda não foi totalmente esclarecido se a queda foi um acidente ou se o aparelho foi derrubado pela guerrilha. No momento da queda - às 6h30 (hora local) -, a nave, um Blackhawk de fabricação americana que levava seis tripulantes e 17 soldados, fazia a travessia entre as localidades de Loma e Curumaní. Unidades do Exército e da Força Aérea foram enviadas para a área a fim de recuperar os cadáveres dos membros das forças especiais que realizavam ações ofensivas. As condições climáticas precárias levaram ao rompimento da formação que as aeronaves mantinham até antes da queda. Os dois outros helicópteros chegaram ao destino sem maiores inconvenientes. A continuidade do mau tempo está dificultando a missão de resgate.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.