30 iraquianos mortos próximo a Nassíria

Dois ônibus, que aparentemente seguiam para Nassíria, foram bombardeados por forças anglo-americanas. Segundo as agências internacionais, pelo menos 30 iraquianos foram mortos.Todos eram homens e utilizavam uniforme preto, típico das forças irregulares que fazem resistência às tropas americanas e britânicas no Sul do Iraque. Segundos os dados fornecidos por fontes militares americanas e iraquianas, 161 iraquianos foram mortos nos ataques a Bagdá, Karbala, Basra e Babel. Há cerca de 900 feridos.Entre os americanos e britânicos, há uma divergência quanto ao total de mortos. Considerando-se fontes do governo iraquiano, 36 americanos e britânicos morrem em combates, principalmente no sul do país. Oficialmente, o Pentágono só confirma 21 mortes. Outros 22 soldados das forças anglo-americanas morreram em acidentes ou ?fogo amigo?. Doze americanos e dois britânico estão desaparecidos em incidentes no sul do país.Dois mortos entre os jornalistas que cobrem a guerra contra o Iraque. Um australiano morreu em um atentado com um carro-bomba no norte do Iraque e um britânico foi morto no sul do país, próximo a Basra.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.