31 rebeldes tâmil e 2 soldados mortos no Sri Lanka

Novos combates na guerra civil em Sri Lanka mataram 31 rebeldes da etnia tâmil Tiger e dois soldados do governo, segundo fontes do Exército. No pior combate, sábado, 18 rebeldes e um soldado foram mortos no distrito de Mannar, disse um militar sob a condição de anonimato, citando determinações governamentais. Sete rebeldes e um soldado foram mortos em Vavuniya, enquanto seis guerrilheiros morreram em Welioya, disse o militar.O porta-voz dos rebeldes, Rasiah Ilanthirayan, não pôde ser localizado para comentar, e não foi possível obter uma declaração dos militares porque os jornalistas são barrados na zona de guerra. Cada um dos lados freqüentemente exagera no número de mortos e feriados infligidos a seu oponente e subestima suas próprias baixas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.