40% dos infectados pela gripe suína eram jovens saudáveis

O maior índice de mortes ocasionadas pela doença ocorreu entre as pessoas com idade entre 25 e 49 anos

AE, Agência Estado

14 de setembro de 2009 | 13h03

VIENA - Aproximadamente 40% das pessoas que morreram ou adoeceram após contraírem a gripe suína eram jovens e saudáveis, afirmou nesta segunda-feira, 14, um especialista da Organização Mundial de Saúde (OMS). Segundo Sin Lun Tam, entre os casos graves, mais de metade dos pacientes tinha menos de 20 anos. O maior índice de mortes ocorreu entre as pessoas com idade entre 25 e 49 anos. Ele apontou ainda que entre 15% e 30% dos contaminados pelo vírus que deram entrada em hospitais precisaram de cuidados intensivos.

 

Veja também:

especial ESPECIAL: Entenda a gripe suína

especial ESPECIAL: Perguntas e respostas sobre a gripe

Na Austrália e nos Estados Unidos, as crianças eram o grupo com maior índice de internações pela doença, segundo a OMS. Ao menos 3.205 pessoas já morreram em todo o mundo pela gripe suína, informou a entidade na sexta-feira. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
gripe suínaOMS

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.