450 judeus etíopes chegam a Israel

Israel recebeu nesta quarta-feira o último grupo de judeus etíopes, encerrando décadas de esforços para levar ao país os remanescentes da antiga comunidade judaica da Etiópia.

AE, Agência Estado

28 de agosto de 2013 | 14h40

Tali Aronsky, porta-voz da semiestatal Agência Judaica, disse que o grupo de 450 pessoas desembarcou hoje em Israel.

Os imigrantes integram a comunidade Falash Mura, cujos ancestrais foram convertidos judaísmo para o cristianismo há cerca de um século, mas conseguiram manter alguns costumes antigos.

Nos últimos três anos, cerca de 7 mil integrantes da comunidade Falash Mura foram levados da Etiópia para Israel, prosseguiu a porta-voz.

Alguns integrantes da comunidade, no entanto, permaneceram na Etiópia, o que ocasionou hoje um protesto de familiares em frente ao gabinete do primeiro-ministro Benjamin Netanyahu para que eles também sejam levados a Israel. Fonte: Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
IsraelEtiópiaimigrantes

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.