56% dos detidos por terrorismo na Inglaterra não são acusados

Estatísticas do governo britânico divulgadas nessa segunda-feira, 5, apontam que mais de 1.166 pessoas foram detidas sob suspeita de terrorismo desde os ataques de 11 de setembro nos EUA, mas menos da metade delas foi acusada de qualquer crime e apenas 40 foram declaradas culpadas.Entre os mais de mil detidos, 221 foram acusados de terrorismo e 186 por outras ofensas. Mais da metade - 652 - foi solta sem acusações.Dos acusados, 40 foram declarados culpados e 180 por crimes não-terroristas. Noventa e oito ainda aguardam julgamento.A polícia britânica e serviços de inteligência acreditam que se opuseram à maioria das ameaças de terror no período. Falharam no dia 7 de julho de 2005, quando suicidas mataram 52 em Londres. A polícia anti-terrorismo também cometeu grandes erros que enfureceram muitos muçulmanos, que alegavam ter sido alvo de terrorismo sem motivo algum.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.