57% dos americanos apóiam ação militar no Iraque

A maioria dos americanos é favorável a um ataque contra o Iraque para derrubar o presidente Saddam Hussein, mas o apoio diminui sensivelmente quando se leva em conta a possibilidade de baixas americanas. A revelação foi feita hoje por uma pesquisa publicada no The Washington Post. A maioria dos entrevistados quer que o presidente George W. Bush consulte o Congresso antes de promover uma intervenção e consiga o apoio dos aliados europeus. Cinquenta e sete por cento dos entrevistados foram a favor de uma intervenção no Iraque, enquanto 36% se manifestaram contra. Mas quando é mencionado o risco da perda de vidas entre os soldados americanos, os números dos a favor e contra passam a ser 40% e 51%, respectivamente. A metade dos entrevistados não quer que os EUA façam sozinhos a guerra, e apenas 54% aceitam o desembarque de marines no Iraque sem o apoio dos aliados europeus.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.