Miraflores Palace/Handout via REUTERS
Miraflores Palace/Handout via REUTERS

75% dos venezuelanos querem revogatório ainda neste ano, diz pesquisa

Além disso, ainda de acordo com o levantamento, a popularidade do presidente caiu para 21,2%, a menor em 9 meses

O Estado de S. Paulo

16 Agosto 2016 | 17h32

Três em cada quatro venezuelanos querem que o referendo revogatório do mandato do presidente Nicolás Maduro seja realizado ainda este ano para que seja acompanhado de novas eleições, indica uma pesquisa do instituto Datanálisis, um dos mais respeitados do país, divulgada nesta terça-feira, 16. Além disso, ainda de acordo com o levantamento,  a popularidade do presidente caiu para 21,2%, a menor em 9 meses.  

A pesquisa foi divulgada após o Conselho Nacional Eleitoral definir um cronograma para o referendo favorável às intenções do chavismo: com ele, não haveria realização de novas eleições e, mesmo se perdesse a votação, Maduro seria substituído por outro chavista, o vice Aristóbulo Istúriz. 

A pesquisa, que foi feita entre 13 e 21 de julho e tem margem de erro de 3 pontos porcentuais, ainda diz que 93% dos venezuelanos veem a situação do país como negativa. 

A Venezuela atravessa uma grave crise econômica provocada pela escassez de moeda forte, descontrole fiscal e queda no preço do petróleo. Maduro diz que essa crise é provocada pela "burguesia", que trava uma  suposta guerra econômica contra ele. / EFE

Mais conteúdo sobre:
Venezuela

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.