79 imigrantes ilegais desembarcam na Itália

Setenta e nove imigrantes ilegais desembarcaram na ilha de Lampedusa, na Sicília, depois de serem socorridos pela guarda costeira. Outra embarcação transportando imigrantes sem documentação está sendo procurada no mar. A embarcação onde estavam os náufragos tinha uma fenda e afundou. Os imigrantes foram levados ao centro de recepção da ilha mais meridional da Itália, onde se juntaram a outras 450 pessoas. As autoridades italianas decidiram que dois vôos levarão 300 imigrantes a outros centros da Sicília e do restante do país hoje mesmo. Ontem, 229 imigrantes ilegais procedentes de Iraque, Palestina e Bangladesh aportaram em Lampedusa. A embarcação na qual viajavam foi interceptada pela guarda, poucas milhas ao sul do porto siciliano. Depois de aportar, foi comprovado o estado de saúde precário dos viajantes do barco. Eles viajaram sob péssimas condições meteorológicas e com o mar muito agitado. Os 229 estrangeiros foram levados ao centro de recepção da ilha, que ontem já hospedava outros 202 imigrantes ilegais.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.