80 mil protestam em Bruxelas por assassinato de jovem

Cerca de 80 mil pessoas fizeram neste domingo uma caminhada silenciosa pelo centro de Bruxelas, em protesto pelo assassinato a facadas de um adolescente que se recusou a entregar seu aparelho de MP3 a dois ladrões. A polícia belga ainda não anunciou nenhum passo importante para a solução do caso, embora tenham sido divulgadas imagens de vídeo dos dois jovens que atacaram Joe van Holsbeeck, de 17 anos, e outro adolescente, no dia 12 de abril. O assalto aconteceu na estação ferroviária central de Bruxelas. "Essa manifestação é um sinal importante, que eu apóio totalmente. Vamos nos esforçar mais para combater o crime entre os jovens no futuro", disse o primeiro-ministro belga, Guy Verhofstadt. A pedido dos familiares de Van Holsbeeck, a manifestação deste domingo foi apolítica e os partidos evitaram aparecer com destaque.

Agencia Estado,

23 Abril 2006 | 16h08

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.