85% dos franceses se opõem à guerra no Iraque

Entre os cidadãos franceses, 85% adotam a postura contra a guerra do presidente Jacques Chirac, e o modo pelo qual ele está resistindo à pressão americana pelo conflito no Iraque, segundo uma sondagem da consultora Ipsos para o jornal Le Figaro e a emissora de televisão France 2. Por sua postura contra a guerra, Chirac aumentou em 10 pontos seu nível de aprovação, uma vez que 87% dos franceses se reconhecem como do "partido pacifista".Apenas 11% aprovam que a diplomacia ceda lugar às bombas contra o Iraque, tendo George W. Bush como líder do conflito. Em compensação, 17% são favoráveis à participação da França na guerra - mas apenas com o consentimento da ONU. A recomendação de 71% dos franceses é a de que Chirac não "tenha escrúpulos" em usar seu direito a veto no Conselho de Segurança das Nações Unidas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.