88% dos americanos vêem a imigração como problema

Uma pesquisa divulgada pela Universidade Quinnipiac, nos Estados Unidos, mostrou que 88% dos norte-americanos acreditam que a imigração ilegal é uma problema "muito" ou "um pouco" sério. Além disso, seis entre dez entrevistados são contra possíveis esforços de fazer com que esses imigrantes se tornem cidadãos. O estudo foi realizado em meio ao aumento do debate político sobre como lidar com os cerca de 11 milhões de imigrantes não documentados no país. O diretor da universidade, Maurice Carroll, explicou que a população norte-americana considera que os imigrantes ilegais não têm de receber benefícios do governo. "Eles também são contra liberar carteira de motoristas para estas pessoas", completou. Com isso, 84% dos entrevistados acreditam que, para receberem benefícios do governo, as pessoas têm de apresentar provas de residência legal. Porém, 50% dos entrevistados são contra a eliminação da cidadania automática para filhos de imigrantes ilegais nascidos no país. A universidade ouviu 1.892 pessoas entre 21 e 28 de fevereiro. A margem de erro é de aproximadamente 2 pontos porcentuais, para mais ou para menos.

Agencia Estado,

04 Março 2006 | 16h51

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.