A ampla diplomacia francesa

Desde que assumiu a presidência, em maio de 2007, Sarkozy tem negociado até mesmo com líderes de países considerados perigosos pelo Ocidente.25/07/2007 - Sarkozy vai a Trípoli para encontrar-se com Muamar Kadafi e, meses depois, assina acordo para construção de um reator nuclear na Líbia 15/01/2008 - França e Emirados Árabes assinam uma série de compromissos, entre eles um de cooperação em um programa de energia nuclear e a venda de dois reatores atômicos 13/07/2008 - O presidente sírio, Bashar Assad, é recebido com honras em Paris e anuncia a abertura da embaixada francesa em Damasco12/08/2008 - Sarkozy faz mediação para tentar resolver a crise no Cáucaso e consegue que os presidentes da Geórgia, Mikhail Saakashvili, e da Rússia, Dmitri Medvedev, assinem um acordo de cessar-fogo

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.