A arte de todos os jogos gregos, em exposição nas Olimpíadas

O Metropolitan Museum, de Nova York, emprestará três vasos encontrados no sul da Itália, nos quais são retratadas tragédias da antigüidade datando do período clássico helênico. O British Museum enviará potes do mesmo período, enquanto o Vaticano mandará cópias romanas de originais gregos ? incluindo uma estátua de Sófocles, um dos mais conhecidos dramaturgos da Idade de Ouro da Grécia antiga. As peças ajudarão a formar uma grandiosa exposição de arte grega no Museu Arqueológico Nacional, durante os Jogos Olímpicos deste ano.?As obras que estão vindo são muito importantes?, diz o diretor do museu, Nikolaos Kaltsas.A exposição se chamará Agon, que em grego antigo significa torneio, competição. Será aberta em julho ? um mês antes das Olimpíadas, marcadas para acontecer entre 13 e 29 de agosto ? e terminará em outubro.Agon exibirá 235 esculturas e vasos de 18 museus gregos e estrangeiro, incluindo o Louvre, de Paris, o Metropolitan, o British e o Vaticano. Os museus gregos contribuirão com 164 obras e a exposição abrangerá 6.000 anos, desde o pré-histórico 6.500 A.C. ao primeiro século romano.A exposição ?é especial porque não trata apenas de jogos atléticos. Mas de todos os jogos, em todos os níveis?, diz Kaltsas. ?São jogos atléticos, jogos musicais, jogos dramático do teatro, jogos artísticos, jogos poéticos.? Além das Olimpíadas, que começaram em 776 A.C, realizavam-se várias outras competições através da Grécia, para honrar os 12 deuses míticos do Olimpo.A mostra será separada em categorias temáticas que retratarão mitologia, jogos atléticos, jogos espirituais e vitória.?Isto é a exclusividade da exposição. Até agora, houve muitas exposições sobre jogos atléticos, mas não acho que já tenha existido uma sobre todos esses jogos?, acredita Kaltsas.O Museu Arqueológico é a uma das maiores atrações turísticas de Atenas e é considerado a mais importante vitrina de artefatos da Grécia Antiga. O prédio de 113 anos está sendo reformado para as Olimpíadas depois de sofrer alguns danos durante o forte terremoto de setembro de 1999.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.