A favor

Michael Bloomberg

, O Estado de S.Paulo

22 de agosto de 2010 | 00h00

O prefeito de Nova York que navegou entre os partidos Democrata e Republicano, transformou-se no mais destacado defensor da construção do centro islâmico a dois quarteirões de onde ficavam as Torres Gêmeas do World Trade Center. Três fatores determinaram a adoção da defesa da obra. Primeiro, Bloomberg é judeu e sofreu com o antissemitismo na infância. Ele teme que hoje os muçulmanos também sejam vítimas de preconceito. Em segundo lugar, é considerado um "liberal" em questões sociais e não precisa agradar ao eleitorado conservador - está em seu terceiro mandato. Tampouco depende de doações, já que é bilionário.

Por último, o prefeito mantém boa relação com líderes muçulmanos em Nova York, incluindo os idealizadores do projeto Park51. A brasileira de origem palestina Fátima Shama é seu braço direito. De origem muçulmana, ela sempre serve de conselheira para Bloomberg em assuntos ligados ao islamismo.

Chris Christie

Governador republicano de New Jersey

Andrew Cuomo

Candidato democrata ao governo de Nova York

Jornais "The New York Times" e "Daily News"

30% da população dos EUA

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.